Nómada Moderno

O número de pessoas que culpa o enxoval pela falta de dinâmica/animosidade do ambiente doméstico diminuiu. Isto inclui móveis e apetrechos de cozinha oferecidos no casamento e aqueles naperons que todos adoramos. Talvez antes se fizesse uma casa para sempre, paga ou construída aos poucos, e havia a certeza de que aqueles tarecos seriam necessários ali, e ali iam ficar.

Houve uma significativa mudança neste aspecto. Grande parte das gerações activas de hoje em dia viveu em muitas casas, e fez muitas mudanças. Mudou de cidade, de país, esteve temporariamente e permanentemente, de passagem ou simplesmente de visita. Daí que o número de casas, habitações, quartos, residências, apartamento e já agora hotéis e hostéis em que vivemos e estivemos, e falo por mim, tivesse aumentado muito. É a tal experiência de vida. Acho que isto é o desejo de um indivíduo moderno. Estou me a referir ao sub referenciado nómada moderno, o tal que flutua livre num líquido informe.

Já sentiram a mala do carro a encolher entre cada mudança? Ou os caixotes serem diferentes a cada vez, aumentando em número? Ou deitarem catálogos e revistas ao lixo no aeroporto porque a bagagem tinha 5kg em excesso? As mudanças são boas para medir a nossa bagagem.

Acho que faz sentido pensar no recheio do nosso habitat doméstico como uma bagagem. Podemos ficar no mesmo sítio, mas o conteúdo da nossa mala muda. Estamos neste registo imensurável, num fluxo de acções e comportamento fluídos, em que as coisas que nos acompanham deixam de carregar, literalmente, o peso de antes.  Somos leves e flexíveis assentando apenas quando for para considerar a mobilidade como a maior forma de liberdade possível.

Somos os novos nómadas variando em frequência de mudança, permanência e duração cada estágio da nossa vida. Sendo a base deste culto moderno a mobilidade, cada qual define ou deixa aberto o seu caminho.

Porque no fundo queremos todos ser andorinhas e só conhecer o Verão e a Primavera.

Anúncios

Autor: sellmayer

Paulo Sellmayer is a portuguese/german designer based in Leiria, Portugal. He is the creative director at VICARA and holds his own office.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s